terça-feira, 30 de março de 2010

Cruzeiro x Vélez Sarsfield: taça libertadores das américas

Ataque digno de aplausos

Com grandes atuações de Kléber e Thiago Ribeiro, Cruzeiro bate Vélez por 3 a 0 e lidera o grupo 7 da libertadores




chegou a hora da raposa beber agua ou falando o português correto
descer a lenha no bom sentido nesses argentinos e mostrar quem realmente manda na toca tres esse time do vélez sarsfield é um time enjoado catimbeiro mais esta longe de ser um bicho papão assim como o cruzeiro eles também já tiveram um time de respeito
com chilaverth , flores , turco assad etc,, o cruzeiro assim como todos jogadores do elenco sem exeções estão devendo uma pelo menos uma apresentação de encher os olhos esse ano de 2010 ao contrário do ano passado quando o time cresceu muito no decorrer das competições esse ano o time parece estar caindo e muito de produção .
fizemos um jogo de muita raça na argentina onde o time com 9 jogadores esteve perto de empatar o jogo , foi uma derrota que engolimos a seco porém nos orgulhamos da disposição dos jogadores , depois veio o colo colo onde a vitoria só ficou fácil após duas expulsões do time deles contra o deportivo italia foi dois jogos daqueles de dar sono e raiva , pelo mineiro já nem conta apesar da desculpa de ser reservas o time vem capengando e quando encontrou um pouquinho de resistência a casa caiu ,
porisso agora chegou a hora não há mais tempo para aprender , não há mais espaços para erros , para sonolência e displiciência cada um deve asumir seu papél , fazer júz ao uniforme que vésti e ao salário que recebem rigorosamente em dia entrar em campo como se fosse para uma luta mais uma luta de garra de competência e com coerência para que não haja expulsões igual houve em outros jogos com expulsões infantis e prejudicou imensamente o time , time para vencer o vélez o cruzeiro tem de sobra , se o adilson fizer o básico o certo sem invenções perseguições e proteções e cada jogador fizer o seu papél a vitória virá com certeza porque a falta dela é a certeza de que mais uma libertadores vazará por entre os dedos .
kleber esta de volta isso já é meio caminho andado roger pode voltar poderá ajudar muito , gilberto continua devendo esta na hora do acerto , fabio se já vem fazendo muito precisará fazer muito mais nesse jogo um gol deles poderá decretar nossa despedida precóce da libertadores fabinho e fabrício precisa estar nesse meio campo que vem sendo nosso calcanhar de akiles esse ano , nossa defesa precisa acordar e ser muito mais rápida o vélez virá em busca de um empate que para eles concretizará na vaga e a liderança garantida já que eles receberá na argentina o já eliminado e fraquíssimo deportivo italia enquanto o cruzeiro terá a difícil missão de jogar no chile contra o colo colo as cartas esta lançada a sórte ou o réves do cruzeiro na libertadores estará no mineirão nessa quarta feira eu espero uma vitoria convincente para mostrar para nós mesmo e para a imprensa do eixo que coloca o cruzeiro como méro participante que estamos aí e podemos chegar e levar esse canéco que ficaram nos devendo em 2009 bóra cruzeiro apesar do adilson somos grande .


O jogo

Cruzeiro e Vélez fizeram um primeiro tempo típico de confrontos Brasil x Argentina. Nos minutos iniciais, a disputa ficou quase que restrita à zona intermediária do campo, sem que os goleiros Fábio e Montoya tivessem as metas ameaçadas.

O empate não era mau resultado para o Vélez, que se manteria na liderança com um ponto, e isso ficou claro na maneira de jogar da equipe. Os argentinos pouco ou nada se arriscaram nos 45 minutos iniciais e o Cruzeiro encontrou uma defesa muito bem armada pela frente.

Aos poucos o Cruzeiro encontrou uma maneira de se infiltrar no campo adversário, com os avanços de Jonathan e Thiago Ribeiro pelo lado direito. O primeiro bom momento do time celeste aconteceu aos 14 min, quando Leonardo Silva desarmou um adversário na defesa e lançou Ribeiro, que avançou e cruzou para Kleber forçar Montoya a trabalhar.

Foi só a primeira boa tabela da dupla de ataque celeste, que mostrou bom entendimento. Aos 17 min, Thiago Ribeiro mostrou estar ligado no jogo ao roubar uma bola no campo de ataque e cruzar. De fora da área, Kleber chutou com categoria, rente à trave esquerda.

O Cruzeiro se estabeleceu como protagonista do jogo e mexeu no placar aos 32 min, em lance genial de Thiago Ribeiro, curiosamente pelo lado oposto ao de costume.

O atacante recebeu lançamento de Diego Renan na ponta esquerda, invadiu a área e passou por um. Tentou o passe, a bola voltou e o camisa 11 seguiu em direção ao meio. Driblou outro adversário e encheu o pé, do semicírculo, certeiro no canto direito.

Logo após o gol, Adilson Batista sacou Thiago Heleno, lesionado, e lançou Gil. O Vélez bem que tentou ameaçar, mas não conseguiu. Aos 33 min, López arriscou um chute de fora da área e a bola passou longe do gol celeste.

A equipe celeste poderia ter ido para o vestiário com vantagem maior, já que aos 44 min Jonathan avançou, tabelou com Henrique e chutou firme, de pé esquerdo. Montoya fez grande defesa e espalmou a escanteio.

Recolhido no vestiário, o Vélez retardou o início da segunda etapa em dez minutos, mas não conseguiu esfriar o time celeste. O Cruzeiro voltou arrasador e definiu o placar rapidamente, sem dar chance para o adversário tentar mudar algo.

Logo aos 3 min, Henrique roubou a bola no meio-campo, avançou pelo lado direito e passou a Thiago Ribeiro. Em noite muito inspirada, o atacante cruzou na medida para Kleber completar de carrinho e acertar o ângulo direito de Montoya. Bela trama.

A torcida ainda comemorava quando, aos 8 min, Thiago Ribeiro, mais uma vez, recebeu de Diego Renan e acertou passe primoroso para Kleber. O Gladiador recebeu em velocidade na área e, sem dominar, mandou por entre as pernas de Montoya. Cruzeiro 3 x 0.

Vitória definida, o Cruzeiro diminuiu o ritmo, mas sem perder o controle das ações. O Vélez chegou mais ao ataque, sem no entanto ameaçar Fábio verdadeiramente.

Adilson Batista aproveitou para lançar Fabrício na vaga de Gilberto, aos 24 min. Seis minutos depois, foi a vez de Thiago Ribeiro deixar o campo ovacionado e dar lugar a Wellington Paulista.

Por volta dos 30 minutos, uma longa troca de passes foi saudada com gritos de "olé" da torcida. A sequência só foi interrompida com falta de Santiago Silva sobre Kleber. Aos 37 min, Somoza recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso.

CRUZEIRO 3 X 0 VÉLEZ SARSFIELD

Motivo: 5ª rodada da fase de grupos da Copa Santander Libertadores
Data: 31/03/2010 (quarta-feira)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte-MG
Árbitro: Wilmar Roldán (COL)
Público: 43.374 pagantes
Renda: R$ 839.118,90
Gols: Thiago Ribeiro, aos 32 min do primeiro tempo; Kleber, aos 3 min e 8 min do segundo tempo

Cruzeiro
Fábio; Jonathan, Thiago Heleno, Leonardo Silva (Gil) e Diego Renan; Fabinho, Henrique, Marquinhos Paraná e Gilberto (Fabrício); Thiago Ribeiro (Wellington Paulista) e Kleber
Técnico: Adilson Batista

Vélez Sarsfield
Montoya; Díaz (Lima), Domínguez, Otamendi e Papa; Cubero, Somoza, Zapata e Moralez (Cabrera); López (Martínez) e Santiago Silva
Técnico: Ricardo Gareca

Cartões amarelos:
Gilberto e Kleber (Cruzeiro); Santiago Silva e Lima (Vélez Sarsfield)
Cartão vermelho:
Somoza (Vélez Sarsfield)

27 comentários:

  1. Pancada

    A publicação de notícias a respeito da contusão no tornozelo esquerdo não faz Roger temer possíveis pancadas propositais dos argentinos. “Nunca tive medo de pancada. Não sou jogador que foge disso, até porque a minha posição sofre com isso. Nessa posição eu não posso ter medo de pancada. Esse não é um fator que me incomoda. O que pode me tirar da partida são as dores que eu possa sentir nos movimentos, que ainda existem”.

    Ainda que Roger esteja 100% recuperado até minutos antes da partida com o Vélez, nesta quarta-feira, às 19h30, no Mineirão, ele ainda concorre à vaga no meio com Gilberto, o titular desde 2009.

    Essa passa a ser a única dúvida na escalação do Cruzeiro

    ResponderExcluir
  2. O triunfo sobre o Vélez Sársfield poderá elevar o Cruzeiro à liderança do Grupo 7 da Libertadores e aproximará o clube do objetivo de se classificar às oitavas-de-final como primeiro.

    O segredo

    Kléber já enfrentou clubes argentinos algumas vezes e constatou que as derrotas geralmente são consequência de menos entrega em campo. Tecnicamente, ele considera o Cruzeiro mais qualificado que o Vélez Sársfield. Por isso, “disposição” será a palavra-chave nesta quarta-feira.

    ”É diferente jogar contra argentinos. Eles têm mais qualidade que os outros sul-americanos. Brasil e Argentina estão acima dos outros em relação à técnica. A gente sabe que os argentinos marcam muito, lutam muito, também têm mais garra que os brasileiros, e temos que igualar nisso daí. Se a gente igualar, o nosso time, tecnicamente, é melhor. A gente joga na nossa casa, com o torcedor nos apoiando, e acredito que a gente vai fazer um grande jogo e a gente tem tudo para vencer”, avaliou.

    Argentinos no Mineirão

    Em dez jogos contra equipes argentinas no Mineirão, pela Libertadores, o Cruzeiro venceu sete, empatou um e perdeu dois (para Boca Juniors e Estudiantes, ambos pelo placar de 2 a 1).

    Os demais adversários foram Rosário Central (1975), Independiente (1975), River Plate (1976), Vélez Sársfield (1994) e San Lorenzo (2008).

    As outras duas derrotas no Mineirão, pelo torneio, foram diante do Nacional (COL), por 3 a 2, em 1975, e do Grêmio, por 2 a 1, em 1997. (UAI)

    ResponderExcluir
  3. Rodrigão, um dos astros do Pinheiros/Sky, mostrou na internet que nem sempre uma equipe recheada de craques da Seleção Brasileira é sinônimo de vitórias.

    O meio-de-rede, em sua página no Twitter, desabafou após mais uma derrota do time na Superliga Masculina de Vôlei, na quinta-feira. A equipe perdeu para o Sada Cruzeiro por 3 a 0 (parciais de 25-20, 25-23 e 25-18), em Itabira (MG) – o Pinheiros volta a jogar neste sábado, às 11h, contra o Vivo/Minas.

    Minutos após a derrota, Rodrigão apelou à web para expressar seus sentimentos. Em outras palavras, ele chutou o balde.

    “Ou mudamos muita coisa ou vamos continuar passando vergonha” foi uma das frases escritas pelo jogador.

    O Pinheiros/Sky nasceu em 2009 com status de potência no vôlei nacional. Com investimento da patrocinadora de R$ 5 milhões por ano, o clube contratou o quarteto Giba, Rodrigão, Gustavo e Marcelinho.

    Até o momento, o time acumula uma eliminação na semifinal do Campeonato Paulista do ano passado e a quarta colocação na Superliga, com seis vitórias e três derrotas, sendo duas seguidas.

    Além de Rodrigão, outro jogador que já criticou a equipe no Twitter foi Gustavo. Após a derrota para a Cimed em dezembro, o meio-de-rede escreveu que “todos viram, foi uma aula de vôlei que tomamos contra a Cimed. Eles ainda são muito forte pra nós (sic).”

    ResponderExcluir
  4. Milan planeja reduzir salário de Ronaldinho

    Clube quer renovar contrato com 25% de redução
    Ronaldinho pode ter seu salário reduzido

    O Milan pretende manter Ronaldinho Gaúcho em seu elenco, mas para isso o clube pode acabar reduzindo o salário de sua maior estrela. De acordo com o o jornal italiano "Corriere dello Sport", a diretoria planeja renovação de contrato do brasileiro, mas com uma redução de 25% do seu salário atual.

    De acordo com o jornal, o vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, vai começar a negociar diretamente com o empresário de Gaúcho, o seu irmão Roberto Assis. Uma reunião está prevista para semana que vem para definir o assunto.

    Ronaldinho, que tem contrato com o Milan até junho de 2011, deve receber proposta de prorrogação de contrato para 2014, mas teria uma redução de seu salário atual que hoje é de 8 milhões de euros (R$ 19,4 milhões) para 6 milhões (R$ 14,6 milhões).

    Ronaldinho não entrou em campo no empate contra a Lazio, no último domingo. O Milan é o terceiro colocado do Campeonato Italiano com 60 pontos, atrás de Inter e Roma.

    ResponderExcluir
  5. HÁ MALES, QUE VEM PRÀ BEM!

    Estarei torcendo para que o pseudo cruzeiro, ou o time do Ditador ZZP e seu Laranja AB, percam amahã p/ VELÈZ SARSDIELD no Mineirão.

    Pode parecer um absurdo, uma loucura, mais não é.
    Esse Time, tem somente a Camisa do CRUZEIRO, nada mais.

    Paixão tem limites.
    Se sua mulher vier a te trair, vc continuará a apoia-la, em nome de um AMOR INCONDICIONAL?
    Eu não.
    Não tenho acacuete p/ CORNO.

    Não vou medir esforços p/ ver o AB, pelas costas, depois o ZZP.
    Esses parasitas-Sangue Sugas que se alimentam, de nossa desgraça.

    Venho de uma geração vitoriosa!
    Comandada por BRANDI & FURLETIS, depois Massi.
    Sempre ví um Futebol ART! como diz a coluna do Armando Nogueira. Que Colei no Tópico de ontem.

    Não vou compactuar, dessa CORRIDA DO OURO, hoje existente no time. Isso sim, é não Amar o CRUZEIRO!

    Isso eu deixo para os interessados.
    Donos de Blogs, que como bem frizou o Isaac, tem parcela nesses bôlo. Pq detém parte no passe de muitos jogadores protegidos. Enquanto isso a Base, padesse de perseguições. Jogadores com potencial, são abortados de forma cruel e estúpida por esse CAMISEIRO SAFADO. Provavelmente, a mando do CARCARÀ ZZP, (o EUVÌRUS da TOCA.)

    Mais o torcedor, não é bobo não.
    Basta ver as rendas e públicos, que caêm de forma assustadora a cada jogo. Digo: Pelada do time dos EUROMANÌACOS.

    Pensem o que bem quizerem e achar mais cômodo.
    Eu tô fora desse desrespeito, ao qual o CRUZEIRO, tem sido submetido.

    Vão transformar o CRUZEIRO, num time sem expressão. Um coadjuvante entre os grandes.

    Quem teve: Furletti & Brandi como Presidente.
    Treinadores como Zezé Moreira-Ilton Chaves-Seu Ênio Andrade-Carlos Alberto Silva. Nunca se curva a um CAMISEIRO sem comando-omisso-protecionista-que se vende como uma PROSTITUTA.
    Que nunca coloca a cara p/ apanhar nas derrotas. Mais que se coloca sempre, afrente nas vitórias.

    EU SOU PALESTRINO!
    AMO MEU TIME!
    MAIS NÃO, A PONTO DE AMAR INCONDICIONALMENTE.

    Que amanhã, possa ser coroado toda esse descaramento, com uma vitória do VELÈZ.
    Seria a 3* vez que o Camiseiro, se curvava diante um time ARGENTINO.
    Oxalá, eu esteje certo.

    Para os Amantes do AB, em caso de uma derrota. Eu sugiro que ouçam: ISSO È SÒ O FIM. Música do Marcelo Nova, com a Banda Camisa de Vênus.

    ResponderExcluir
  6. Zirlei, rei do pão quente, anota aí.
    Cruzeiro 2 x 0,,minha cigana particular que raramente se engana,,me garantiu.
    La no blog do Benny a turma do Santo Daime tomou conta...pobre Benny,ele esta igual a radio quebrado,,''ninguem liga''!

    ResponderExcluir
  7. Katitu tocou num assunto sério. A turma do SANTO DAIME tomou mesmo conta do espaço , aos poucos foram entrando e pelo que pareçe já estão DE POSSE.Logo , logo vão disputar com o PONTO ORG. qual é o mais ADILSISTA.

    ResponderExcluir
  8. Wagner desmente ida para o Atlético (30/03)
    Bruno Furtado - Portal Uai
    Jogador está em tratamento na Toca e desmentiu negociação com o rival

    O meia Wagner, hoje no Lokomotiv de Moscou, desmentiu nesta terça-feira, em entrevista na Toca da Raposa II, os boatos sobre uma possível transferência para o Atlético. Além de negar a existência de contatos ou de uma proposta oficial, o ex-jogador do Cruzeiro disse estar satisfeito por atuar na Europa,.

    Wagner voltou a Belo Horizonte no começo de março para se tratar de uma lesão muscular na coxa esquerda. O jogador convenceu o Lokomotiv a liberá-lo para realizar a recuperação no Centro de Reabilitação (Care), do Cruzeiro.

    Nesta terça-feira, um jornal cogitou a ida de Wagner para o Atlético.

    Segundo Wagner, ninguém do clube o procurou, tampouco o seu representante: Marcelo Djian. A especulação chegou ao jogador pelo pai, que acompanhou o noticiário na imprensa.

    ”Fiquei triste. Eu devo muito ao Cruzeiro, devo muito à torcida, porque aqui vivi muitas alegrias. E nunca que eu teria essa falta de respeito de estar hoje me tratando no Cruzeiro e tentando ir para o rival. Se eu fizesse isso, eu não seria digno de ser homem”, declarou.

    Wagner descartou a sua volta ao futebol brasileiro num futuro próximo e manifestou interesse em cumprir o contrato com o Lokomotiv. “Infelizmente aconteceu esse episódio, é tudo mentira. Eu tenho quatro anos de contrato ainda, penso em jogar. No meio do ano, vai ser a primeira vez que eu já vou disputar uma Liga Europa, estou com a cabeça somente no meu tratamento para chegar lá no meio do ano e começar a jogar”.

    O Cruzeiro negociou Wagner com o Lokomotiv em 13 de agosto do ano passado por 6 milhões de euros (R$ 15,7 milhões). O clube ficou com R$ 5,3 milhões, o correspondente a 34% dos direitos.

    O restante do valor foi dividido entre o laboratório SEM Sigma Pharma (21%), o jogador (5%) e o Al-Ittihad da Arábia Saudita (25%)

    ResponderExcluir
  9. Cruzeiro x Vélez: mais de 20 mil ingressos vendidos (30/03)
    Bruno Furtado - Portal Uai

    O torcedor do Cruzeiro adquiriu 20.156 ingressos nos dois primeiros dias de venda para o jogo desta quarta-feira, às 19h30, no Mineirão, contra o Vélez Sársfield, pela quinta rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores.

    Como o clube tem cerca de 17 mil sócios do futebol, o estádio deve receber mais de 40 mil espectadores. O Cruzeiro precisa da vitória para seguir com chances de se classificar às oitavas-de-final como líder da chave.

    No momento, o clube mineiro é o segundo colocado, com sete pontos, enquanto o Vélez Sársfield da Argentina lidera o grupo, com dez.

    Terça-feira
    Das 9h às 15h
    Sede Campestre (rua das Canárias, 254, Pampulha);
    Ginásio do Barro Preto (rua Ouro Preto s/n)
    Loja Cruzeiro Mania do Barreiro (av. Sinfrônio Brochado, 125)
    Não haverá venda de ingressos na Loja Cruzeiro Mania da Savassi
    Das 9h até o final do primeiro tempo
    Bilheterias 1, 3 e 4 do Mineirão

    Os preços são os seguintes:
    Geral: R$ 10
    Anel inferior: R$ 20
    Cadeira superior lateral: R$ 30
    Cadeira superior central: R$ 35
    Cadeira especial: R$ 55

    ResponderExcluir
  10. Katitu e Biserva

    filial do PONTO ORG?
    Putzzzz...só falta isso, aquela baixaria ter filial.
    também, arrumaram um turismólogo que disse que é cozinheiro e depois disse que faz eventos e disse que queria a cabeça do AB numa bandeija de prata, depois disse que ama o AB, disse que o Fábio é frangueiro...depois disse que o MParaná é ruim e agora o chama de mestre Paraná...

    Aí vem um bobo aqui, assina como portuga hiiiiiiii e ele acha que nem imigina-se quem seja......o dó, computador tem IP e o bobo nem trocou o IP.

    Daqui a pouco vão querer provar que DON JOCQUER é nome de portugues e que tem padaria em Betim.

    Bahhhhhhhh, o que neguinho ta fazendo pra conseguir um vale coxinha! Camabada de mendigo!

    ResponderExcluir
  11. Isaac,Biserva,Aldo, Zirlei e outros cruzeirenses da gema.
    Estamos cercados, pelos personagens do livro-filme de Saramago,,""Ensaio sobre a cegueira'',, e pouco podemos fazer,,pois tomaram conta do antes excelente blog do Benny.
    A turma do Santo Daime é forte,,e a cada dia chega mais gente, O Tim Jones começou assim tambem.

    ResponderExcluir
  12. Elenco recebe visita do ídolo eterno Piazza

    Da Toca II

    João Marcos Dias

    Terminado o treino desta terça-feira, os jogadores do Cruzeiro foram reunidos à beira do gramado para um bate-papo com Piazza, volante campeão da Taça Brasil 1966 e da Copa Libertadores 1976. Por cerca de 40 minutos, o jogador que marcou época como capitão celeste falou sobre a passagem vitoriosa pelo Clube e passou um pouco sobre a carreira.

    Os atletas ouviram atentamente a explanação de Piazza, convidado pelo técnico Adilson Batista para mostrar aos jogadores celestes um pouco da rica história do Cruzeiro.

    Tendo as participações na Copa Libertadores como pano de fundo, o ídolo eterno contou como foram os dez anos da conquista nacional de 1966 ao título continental de 1976. Piazza lembra que o Cruzeiro passou por derrotas doídas nos Brasileiros de 1974 e 1975 e na Libertadores de 1975 antes de se consagrar na final de 1976 contra o River Plate.

    Ao final do encontro Piazza foi aplaudido pelos atletas e recebeu das mãos do diretor de futebol celeste, Eduardo Maluf, uma miniatura da Taça Libertadores, uma faixa de campeão de 1976 e uma placa com os dizeres: "Centenas de craques escreveram seus nomes na história do Cruzeiro, mas apenas os guerreiros se tornaram imortais".

    Conhecedor da história do Cruzeiro, Adilson agradeceu a Piazza manifestou que pessoas que fizeram a história do Clube têm passe livre na Toca da Raposa II.

    "Sempre tive um respeito muito grande, porque conheço o Piazza como pessoa. Já nos encontramos várias vezes. Fiquei muito contente. As pessoas que marcaram no Cruzeiro devem ter sempre as portas abertas para quando tiverem a vontade de vir. E mostrar para esses jogadores que estão aí também buscando entrar para a história, palavras que confortam, que passam confiança", afirmou.

    O comandante celeste acredita que o momento da visita foi bem oportuno, na véspera de uma partida decisiva contra o Vélez Sarsfield, pela Copa Santander Libertadores.

    "O Piazza relatou com muita propriedade os momentos vividos de conquista, histórias bonitas e de Seleção. Acho que eles vão levar isso para a vida deles. Só tenho a agradecer. É um momento importante, vamos decidir contra o Vélez. É sempre bem-vindo", disse.

    O capitão de duas das conquistas mais importantes do Clube disse que procurou transmitir aos atletas tento momentos de glória como os de sofrimento com a camisa celeste.

    "Foi um grande momento na minha vida. Eu estava devedor de um abraço ao Adilson. Eu não vim aqui para ser qualificado como pé-frio ou pé-quente. Vim apenas para repassar experiência e vivência dentro da competição, como derrotado e como campeão", afirmou.

    Com pinceladas sobre a vitória na Copa do Mundo de 1970, Piazza listou o que é necessário para que um grupo qualificado se torne campeão e marque época.

    "As palavras que procurei colocar no bate-papo foram dentro do que vivenciei dentro das quatro linhas. Os problemas que enfrentamos com arbitragem, os problemas na formação do grupo, o que é verdadeiramente um grupo harmonizado e pronto para ser vencedor. É aquele que tem a preparação física, técnica, psicológica e pensa de maneira coletiva", disse.

    ResponderExcluir
  13. essa é sua isaac

    Criticado, jogador do Cruzeiro se defende

    Paraná: "Jogo para a equipe, não é para a imprensa ou torcedor"
    Marquinhos Paraná argumenta que joga apenas para o time

    Marquinhos Paraná argumenta que joga apenas para o

    O rendimento questionável do volante Marquinhos Paraná em 2010 foi assunto na coletiva de imprensa do jogador nesta terça-feira, na Toca da Raposa 2. Ele destacou o seu papel tático para a equipe como um todo.

    - Eu jogo é para a equipe, não é para a imprensa ou para o torcedor. Se não estou bem, cabe ao treinador decidir se devo entrar ou não. Ele que decide.

    Questionado se tem sido sobrecarregado no sistema defensivo, Marquinhos Paraná discordou:

    - Acredito que não. Tem o Henrique, o Fabinho, que vem jogando, o Pedro Ken... Sobre isso, estou tranquilo e procuro fazer o meu melhor. Tem gente que acha que não estou fazendo meu melhor. Mas procuro, a cada jogo, melhorar. Temos um jogo importante contra o Vélez e só dentro de campo podemos dar a volta por cima.

    ResponderExcluir
  14. ZIRLEI

    Obrigado por esse espaço,cada dia que passo tenho mais vontade de postar aqui,me sinto em casa,não preciso ser um SÓCIO ROEDOR pra exprimir minha opinião,parabéns Zirlei...Aqui é o lugar de quem
    fala o que pensa,sem vínculos ou interesses OBSCUROS!

    Como disse no tópico no BC e que um tal de segurança achou ruim,continuo com a mesma opinião: esse cruzeirinho(em minúsculo mesmo)
    dirigido por PICARETAS EMBROMADORES,um TREINEIRO de quinta categoria e com JOGADORES APADRINHADOS não ME CONVENCE de jeito nenhum!

    Um abraço a todos: ALDÃO,ISAAC,ERNANI,BISERVA,KATITU,RONALDO e etc!

    ResponderExcluir
  15. Zirlei,postei agora pouco no BC, e lah comentei exatamente o que vc colocou aqui...
    La na Argentina, nosso Cruzeiro demonstrou garra, atitude, determinacao... mostrou todos os ingredientes para um jogo de libertadores...
    Pra mim, foi o melhor jogo do nosso Cruzeirao,as outras partidas foram naquela de: "engana que eu gosto"...
    Para o jogo de hoje, SE nossos jogadores tiverem a mesma gana do jogo anterior(contra o Velez na Argentina) creio que sairemos com vitoria...

    Recado para o ALDO,

    Amigao, esquece esse Adilson, Zeze e cia...
    e vamos juntos fazer uma corrente positiva pra que NOSSO CLUBE DO CORACAO, faca uma excelente partida e assuma de vez a ponta da tabela...
    Sei que vc esta P da vida com o time, mas, mais do que nunca nosso time precisa de apoio.
    Nao adianta vc torcer pra que o time perca, pois, mesmo assim o Adilson vai continuar comandando nosso Cruzeiro, ou vc acha que ele vai ser dispensado caso nosso time nao saia vitorioso da partida de logo mais???
    Ja de pronto te respondo... o Zeze nao vai dispensa-lo, isso esta mais do que evidente.
    Entao amigao, vamos torcer sim para uma otima vitoria celeste, e vc pode continuar metendo os ferros no Adilson, mas nunca torcer contra seu time de coracao.
    Nunca, jamais!!!!!!

    ResponderExcluir
  16. KATITU!!
    Se a tua cigana quase nunca erra, pede pra ela me passar os números do próximo sorteio da megasena!!
    kkkkkkkkkkkk
    Tou com um pouquinho de contas pra pagar, quem sabe ela me dá uma forcinha!! kkkkkk

    Não vou comentar sobre o BC, pois a tempos não ando por aquelas bandas! Senti-me um jacaré no seco por lá!
    Aldão!! se a derrota culminar com a saída do AB, pode creditar mais um torcedor ai!!
    Pena que eu acho que o pessoal do Mariri(como o daime é conhecido aqui na Amazônia), está totalmente alucinado em defender o AB, assim sendo, não vejo uma queda da libertadores como motivo pra troca de camiseiro!! Pelo visto o carma vai custar bem mais caro!!
    Torço para que o torcedor que deseja a desmascaração do clube, que deixe de ir ao Mineirão! quando a renda baixar, ai vai faltar dinheiro, e a casa cai!! Pq torcedor pagar pra assistir micos, e ainda ter que assistir ao final do jogo a coletiva com o AB, ai é o fim!!
    Abração Nuklear!! Abraço a todos os cornetas que fazem deste blog o melhor ponto de encontro virtual da galera que tem sangue azul nas veias!!
    Att;
    Ronaldo

    ResponderExcluir
  17. Amaury!!
    Ta ai! pena vc não curtir volei!
    O Sada tá batendo um bolão!!
    Eu particularmente não sou atleta de nenum esporte, mas gosto de um futebolzinho, gosto de volei, sou fã de basquete, curto uma pescaria, montanhismo e tals!
    quem só joga futebol, se tiver um problema de saúde, pode acabar limitado!!
    Brigadão pelas notícias do Sada! só as leio aqui mesmo, não estou tendo muito tempo, então limito aqui ao blog!
    Abração!!

    ResponderExcluir
  18. Alguém ai pode me explicar a diferença entre katitu e KATITU, pq tem comentários dos dois, e a imagem de perfil é diferente!! será que um é o pai o outro o filho??
    kkkkkk

    ResponderExcluir
  19. ronaldo não é que eu não gosto de volei apenas não curto muito mais nada contra ;



    noticia de terça feira

    Cruzeiro goleia time alemão em Dallas

    O Cruzeiro aplicou uma goleada por 5 x 1 sobre o Hoffenheim-ALE, na noite de segunda-feira, e chegou a seis pontos ganhos em dois jogos na Copa Dallas, no Estados Unidos. O time celeste disputará na quarta-feira uma vaga na semifinal do tradicional torneio.

    A equipe dirigida por Alexandre Grasseli não teve dificuldade para golear com gols de Maranhão (3) (foto), Alan e Élber. No outro jogo da chave, o Chivas Guadalajara venceu o CZ Elite-EUA, por 4 x 0, e ficou na liderança do grupo B no saldo de gols.

    O time atuou com Ruan, Fabricio, Deivisson (Murilo), Weslley e Gabriel Araújo; Marquinhos (Lucas), Éber, Hyago (Warley) e Élber; Alan (Vinícius) e Maranhão (Cristian).

    Cruzeiro e Chivas farão na noite de quarta-feira o jogo que decidirá o campeão do grupo B, que avança à semifinal da Copa Dallas.

    ResponderExcluir
  20. roger cortado nem no banco fica e thiago heleno confirmado na zaga ai é que o bicho pega

    ResponderExcluir
  21. nessa não dá pra apedrejar o adilson não se vocês observaram no vídeo aí em cima nos treinos dá pra ver claramente o roger mancando , para enfrentar a pauleira dos argentinos tem que estar 100% mesmo

    ResponderExcluir
  22. pessoal no final do blog tem os canais sport tv e sport tv 2 o sport tv esta mostrando o jogo do cruzeiro se não colocarem em off poderão assistir lá confira l´[a em baixo no fim do blog boa sorte

    ResponderExcluir
  23. Hoje o Cruzeiro jogou sério, o Tiago Ribeiro e Kleber DESIQUILIBRARAM e também a ZAGA, que não foi SOICITADA, tb. jogou direitinho, o conjunto esteve bem houve harmonia nos tres setores.Agora nos resta esperar o que pode acontecer no próximo jogo fora, eu particularmente acho que dá pra passar, se em PRIMEIRO não sei, mas isso é o de menos o grande problema vai ser quando começar os MATA MATAS, ai ... com ADILSON .....ESSE FILME já esta nas locadoras.

    ResponderExcluir
  24. Daqui a pouco vem traulitada!!
    a galera do bem ainda não apareceu por aqui hoje!
    rsrsrs
    Mas tá bom! vencemos, e bem! um time que pode-se dizer: um bom time! ao menos eu acredito ser o melhor adversário que pegamos até agora este ano!
    Então parece que o time, na base da raça e do coração, hoje com um ar de acerto e técnica, começa a mostrar que se deixarem, joga dentro das necessidades!!
    Que venham os próximos adversários! e que eles sejam temerosos pelo Cruzeiro, jamais que o Cruzeiro os tema!!
    Vamos pra frente, que este freguês já era!
    Att;
    Ronaldo

    ResponderExcluir
  25. Jogo irreparável!

    Mesmo com 9 jogadores em campo, o time se mostrou absoluto, durante todo o tempo.
    M. Paralá de ruím & Gilberto sonhador, esses não entraram e campo.

    Fabinho interditou a Avenida, deixada na esquerda, pelo M. Paralá de Ruím.

    Foi a estréia do Cruzeiro em 2010.

    Tribeiro nota 10!
    Kléber......aquele que os petequeiros, exigiam sua saída, LEMBRAM? O PALMEIRENSE! Também matou a pau!

    Como disse o BISERVA: No mata-mata, será um Deus nos acuda.

    Com certeza o CAMISEIRO, ganhou nova chance, p/ suas invencionices. Aí.......................

    ResponderExcluir
  26. Thiago Ribeiro.

    No São Paulo, dirigentes, treinadores e companheiros de time costumavam repetir sobre ele: só tem um defeito: a falta de ambição.

    Técnico, inteligente e habilidoso, o atacante que surgiu no Rio Branco nunca mostrou o egoísmo típico dos atacantes.

    Pelo contrário.

    Parece ter até vergonha de comemorar seus gols.

    Ele prefere em vez de chutar, tentar marcar e se consagrar, servir alguém melhor colocado.

    No Cruzeiro, tendo como companheiro ninguém menos do que o egocêntrico Kléber, a vida de Thiago Ribeiro é servir.

    Enquanto Kléber se destaca, ganha manchetes, chega a artilharia das competições que o Cruzeiro disputa, o coadjuvante apenas sorri satisfeito.

    Foi o que aconteceu ontem na melhor partida do Cruzeiro na Libertadores.

    Finalmente, o time de Adilson Batista acordou.

    Contra o argentino Velez teve coragem e foi muito vibrante na marcação.

    E, milagre, não houve nenhum momento de insanidade ou irresponsabilidade que custasse cartão vermelho aos jogadores de azul.

    A vitória por 3 a 0 foi humilde diante da superioridade do time mineiro.

    Kléber fez dois gols, está nas primeiras páginas dos jornais mineiros, ao lado do mascote do time, comemorando gols como gosta: sozinho, tendo todos os holofotes para ele.

    Talvez seja orientado até por seu empresário, mas Kléber gosta de ser estrela.

    Bem ao contrário de Thiago Ribeiro.

    Péssimo em entrevistas, politicamente correto demais, se pudesse ele até pagaria aos jornalistas para não fazer perguntas a ele.

    Por isso não tem o destaque que merece.

    E muitas vezes fica de fora, no banco, vendo jogadores sem metade do seu talento atuarem como titulares.

    A sorte é que tem apenas 24 anos.

    Adílson Batista está tentando lhe dar um tratamento de choque para que assuma ser um grande jogador.

    Ele ainda é resistente a isso, tem vergonha, gosta de ser discreto.

    Só que no futebol de hoje os coadjuvantes, os tímidos, são vistos como atletas sem personalidade, sem raça, sem sangue.

    A situação do Cruzeiro na Libertadores ainda é complicada.

    Em grande parte por causa das expulsões infantis que tornaram partidas fáceis em terríveis.

    Precisa pontuar no Chile, contra o Colo Colo para seguir vivo na Libertadores.

    Mas, ontem, no Mineirão, o time teve um espasmo.

    Mostrou o grande futebol que pode fazer a equipe brigar pelo sonhado título.

    Para isso é preciso que Adílson Batista continue incentivando, cobrando e talvez até enfiando alfinetes em Thiago Ribeiro.

    Talvez o Cruzeiro precise até mais dele do que o vaidoso Kléber, artilheiro da Libertadores, rei das primeiras páginas…
    cósmi rímoli

    ResponderExcluir

"Se todas as batalhas dos homens se dessem apenas nos campos de futebol, quão belas seriam as guerras".