sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Com gol de Gilberto, Cruzeiro vence o Barueri, que reclama da arbitragem

veja os dois erros capitais da arbitragem que deram número ao jogo












Adílson vê jogos fora como chance para Kléber amenizar polêmica



olho nesse atacante ele deverá formar dupla de ataque com o gladiador no cruzeiro em 2010 fernandinho é o n ome da féra

As duas equipes vêm de derrota na última rodada
Barueri e Cruzeiro se enfrentam na Arena Barueri


Barueri e Cruzeiro se enfrentam neste sábado, às 18h30, na Arena Barueri, em uma partida na qual as duas equipes buscam a recuperação no Campeonato Brasileiro. Os donos da casa foram derrotados na última rodada pelo Avaí, enquanto os mineiros perderam para o Palmeiras. Com 36 pontos, na 11ª posição, o clube da Grande São Paulo quer a vitória para voltar a figurar entres os líderes da competição.

Para a partida, o técnico Diego Cerri contará com um grande reforço. O atacante Fernandinho, maior destaque do time no Campeonato, renovou seu contrato com o clube e volta a atuar com a camisa do Barueri. Além dele, Everton e Leandro Castán retornam após cumprirem suspensão na última rodada.

Por outro lado, o treinador não contará com os zagueiros André Luiz e Daniel Marques, suspensos. Segundo o comandante da Abelha, o time vai pra cima do adversário, em busca da vitória.

- Vamos entrar em campo buscando a vitória, para superar a derrota do último final de semana e dar sequência à nossa boa campanha, assim como o Cruzeiro que perdeu o Palmeiras. Eles foram prejudicados na quarta-feira e esperamos que estes erros não venham a interferir amanhã - disse, por meio da assessoria do clube.

Para encarar o Barueri, o Cruzeiro aposta no seu bom aproveitamento recente fora de casa no Brasileirão. Nos últimos cinco jogos, foram três vitórias e dois empates. Na Arena Barueri, o objetivo é voltar a triunfar depois da derrota para o Palmeiras no Mineirão.

O camisa 10 Gilberto espera por um bom resultado em São Paulo.

- Vamos confiantes para Barueri. A equipe já demonstrou a capacidade que tem. Conseguimos fazer três bons jogos contra São Paulo, Internacional e Palmeiras. Com certeza a confiança aumenta - afirma o jogador.

O volante Fabrício, com dores no joelho esquerdo, é dúvida para o confronto. Fabinho pode ser alternativa para a composição do meio-de-campo. Por outro lado, Jonathan volta a assumir a camisa 2. No ataque, Kléber, cercado de polêmica, deve ser titular e formar dupla com Thiago Ribeiro, autor do gol da partida contra o Verdão, na última quarta-feira.

Desfalque certo é o volante Henrique, suspenso por ter tomado o terceiro cartão amarelo. Elicarlos, que estava deslocado na lateral direita, pode continuar na equipe titular, mas agora no meio.

O jogo

O Cruzeiro pisou o gramado da Arena Barueri para tentar se reabilitar da derrota caseira para o Palmeiras, na última quarta-feira, no Mineirão. Com a quinta melhor campanha do returno da competição, a Raposa chegou ao ABC paulista embalada por uma invencibilidade de quase dois meses nas partidas fora de Belo Horizonte.

A primeira investida do jogo foi do Barueri. Aos cinco minutos, Éder cabeceou uma bola com efeito, após a cobrança de um escanteio pela esquerda, e assustou Fábio. O Cruzeiro não tardou a responder. Logo na sequência, Thiago Ribeiro avançou pela direita, deu um corte pelo meio e bateu rente à trave de Renê.

Com a recuperação de Fabrício, que chegou a ser dúvida por causa de dores no tornozelo e joelho esquerdos, o meio-campo estrelado conseguia criar bem. Aos nove minutos, após boa troca de passes, Marquinhos Paraná resolveu arriscar de longe e quase surpreendeu o goleiro.

Mesmo como visitante, o Cruzeiro tinha mais posse de bola e arriscava com mais frequência do que os donos da casa, que apostavam no contragolpe. Aos 18, após boa trama pela esquerda, a bola sobrou para Kléber dentro da área, mas o Gladiador arrematou mal. Cinco minutos depois, outra boa chance: após um bate-rebate, Jonathan emendou uma bomba da risca da grande área, à esquerda de Renê.

O Cruzeiro dominava as ações em Barueri, mas pecava nas conclusões. Aos 24, Xandão furou no meio-campo e deu um presente para Thiago Ribeiro. O atacante estrelado partiu com a bola dominada e invadiu a área, mas perdeu a melhor chance da partida até ali, ao chutar em cima do camisa 1 paulista.

O time de Diego Cerri se preocupava muito com a marcação e pouco criava. Aos 39, Flavinho passeou como quis pela direita do campo e cruzou para a área, mas a zaga estrelada foi eficiente e afastou o perigo.

A última boa ação da primeira etapa foi cruzeirense. Aos 42, Thiago Ribeiro descolou um ótimo passe para Diego Renan, que carimbou a rede pelo lado de fora. Dona absoluta do primeiro tempo, a Raposa ficou devendo nas finalizações: 0 a 0.

Segundo tempo

As duas equipes voltaram para a etapa complementar sem alterações. Como no primeiro tempo, o Cruzeiro logo tomou as rédeas da partida. Na segunda volta do relógio, Marquinhos Paraná fez um bom cruzamento pela direita, mirando Thiago Ribeiro, mas a zaga interceptou a bola antes do atacante. Na sequência, outro cruzamento, desta vez pelo alto, e Fabrício concluiu de cabeça, por cima do travessão.

Aos oito minutos, Diego Cerri mexeu no time pela primeira vez. O técnico sacou Flavinho e promoveu a entrada do atacante Fernandinho - que pode ter a Toca da Raposa como destino na temporada 2010 - na equipe.

Apesar de ainda dominar as ações, o Cruzeiro apresentava um ritmo mais lento na segunda etapa, mas mesmo assim não deixava de arriscar. Aos 16 minutos, Gilberto deixou uma bola para o jovem Diego Renan, que soltou um torpedo de longe, com muito perigo.

Antes da metade da etapa final, o Barueri mexeu de novo: Basílio entrou no time, no lugar de Val Baiano. Do lado celeste, Adílson Batista sacou Thiago Ribeiro para a entrada do equatoriano Guerrón no jogo.

Aos 27 minutos, os estrelados foram premiados pela insistência ofensiva. Jonathan avançou pela direita, cruzou para a área, Xandão desviou, mas Gilberto estava pronto para o arremate, debaixo das traves: Cruzeiro 1 a 0.

Logo depois da vantagem, Adílson Batista foi obrigado a mexer no time. Marquinhos Paraná sentiu uma torção no tornozelo direito e foi substituído por Fabinho.

Nos últimos dez minutos, o Barueri teve duas boas chances para achar a igualdade. Aos 36, Fernandinho roubou uma bola de Jonathan e foi à linha de fundo, mas não arrematou bem. Sete minutos depois, ele de novo. O atacante partiu com a bola dominada, fez fila na defesa cruzeirense e chutou para o gol. A bola bateu no braço de Gil e o Barueri ficou reclamando o pênalti.

Antes do apito final, os paulistas tiveram um jogador expulso: Fernandinho recebeu um cartão amarelo, aplaudiu ironicamente o árbitro Djalma José Beltrami, e foi mais cedo para o chuveiro.

Com o triunfo, o Cruzeiro ampliou sua marca invicta fora de Belo Horizonte para seis jogos. Nesses compromissos, a Raposa soma quatro vitórias e dois empates.


FICHA TÉCNICA:
BARUERI 0 X 1 CRUZEIRO

Estádio: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data/hora: 26/9/2009 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Djalma Beltrami (RJ)
Auxiliares: Ricardo de Almeida (RJ) e Jorge Luís Roque (RJ)
Cartões amarelos: Thiago Humberto, Éder, Márcio Careca, Fernandinho (BAR), Elicarlos (CRU)
Cartões vermelhos: Fernandinho (BAR)

GOLS: Gilberto (27'/2T)

BARUERI: Renê, Bruno Ribeiro (Otacílio neto, 36'/2T), Xandão, Leandro Castán, Márcio Careca; Éder, Ralf, João Vitor, Thiago Humberto; Val Baiano (Basílio, 19'/2T), Flavinho (Fernandinho, 9'2T). Técnico: Diego Cerri.

CRUZEIRO: Fábio, Jonathan (Thiago Heleno, 39'/2T), Gil, Leonardo Silva, Diego Renan; Fabrício, Elicarlos, Marquinhos Paraná (Fabinho, 30'/2T), Gilberto; Thiago Ribeiro (Guerrón, 22'/2T) e Kléber. Técnico: Adilson Batista.

14 comentários:

  1. o cruzeiro tem feito bons jogos fora de casa , apesar de alguns tropeços , mais esse ano parece que esta tudo de ponta cabeça no cruzeiro , hoje somos o pior anfritrião (mandante ) chegamos mesmo ao ridículo de conseguir a proesa de ser pior que o fluminense , porém nossa campanha fora é uma das melhores acho que esse ano o gatinho se mudou para o mineirão deve estar querendo pegar uns quéro quéro na toca III
    o ano passado com as vitórias que já temos fora de casa seríamos campeoes com sobra
    acho que tem tudo para vencer o bom time do barueri , más vale resaltar que o cruzeiro criou o pésimo habto de ser saco de pancadas dos times paulistas até agora o cruzeiro perdeu todos jogos para os paulistas com a exeção do santo andré um verdadiro vexame esse massacre dos times paulista contra o melhor brasileiro do século mais que tem o pior técnico do século também ,

    ResponderExcluir
  2. Zezé Perrella lembrou que, há bem pouco tempo, recebia muitos apelos para que Kléber não fosse negociado, e se esforçou muito para que isso acontecesse.

    "Sessenta dias atrás, eu recebia milhões de e-mails dizendo que eu tinha que segurar o Kléber, sofri uma pressão e era tanta a vontade do torcedor que o Kléber continuasse que eu fiz mil sacrifícios para isso. A mesma torcida que queria que o Kléber ficasse não tem o direito de me pedir que ele saia por causa de uma briguinha de torcida. O Kléber também não tem o direito julgar toda a torcida do Cruzeiro baseado em episódios de uma facção", comentou.

    O dirigente convidou o torcedor a fazer uma reflexão sobre a indisposição com Kléber. Ele crê que só o Cruzeiro tem a perder com a polêmica criada.

    "Quero que o verdadeiro cruzeirense reflita que com essas vaias, essa postura, ele está dando prejuízo ao Cruzeiro. Se o Kléber sair, amanhã vai para outro clube, a vida segue, ele não vai deixar de ser jogador por causa disso. Eu poderia vencer o Kléber, em uma situação sem polêmica, por um valor muito maior. Essas polêmicas acabam desvalorizando o jogador", afirmou.

    ResponderExcluir
  3. “Eu não estou preocupado se ele vai render ou deixar de render. Vai ter de render porque vai pensar na carreira dele. Jogador vive de momento, de boas atuações. Se não conseguir render em função deste desconforto, acredito que não fará de propósito, ele vai ter de dar a volta por cima. Se não render, não vai ter clube que queira ele. Se o Cruzeiro tiver de perder (dinheiro), não há problema nenhum. Se eu tiver de jogar cinco, seis, sete milhões de euros no lixo para manter a minha política, eu vou manter. O Cruzeiro é muito mais importante que um punhado de euros”.



    Clima ruim



    "Nós temos que ter equilíbrio para lutar contra as adversidades. Cabe a ele agora cumprir o contrato e reverter essa situação que não foi criada por nós. Se houve esse desconforto, a situação foi criada por ele (por ter visitado a torcida do Palmeiras). Cabe a ele resolver essa pendência com meia dúzia de torcedores”.

    ResponderExcluir
  4. Irmãos azuis-celeste,
    Gilberto demonstrou ser um camarada equilibrado e vai dar a estabilidade emocional necessária neste momento para desenvolvermos com normalidade nosso futebol.
    Nessas circunstâncias a vitória virá com naturalidade,pois nosso grupo,apesar do Barueri ter dois atacantes perigosos(Val e Fernandinho) e um meia habilidoso(Flavinho),é bem superior.

    Abçs.

    ResponderExcluir
  5. olho no fernandinho joga muito esse cara e deve ser um dos atacantes do cruzeiro em 2010
    barueri 2 x 3 cruzeiro
    o nosso ataque deu uma melhorada mais a nossa defesa continua fraca e pra variar o fabio voltou a ser o fabio de alguns anos atraz meu time
    andrey , patrik , caçapa ,gil , diego renan ,
    fabinho , ely carlos bernardo gilberto kleber guerrón , esse time precisa de uma injeção de ânimo e tem neguinho aí que acha que é titular absoluto mais vem jogando só com o nome e vem atrapalhando muito o time ex; fabio , leonardo silva , obs; não escalei o fabrício pois acho que esta vetado

    ResponderExcluir
  6. pessoal o blog zirlei pereira agora também tem uma pagina no lance activo visite comente lá também

    http://msn.lanceactivo.com.br/Home.aspx?profileID=12277

    ResponderExcluir
  7. ta dano sono o jogo do cruzeiro uma verdadeira pelada , o gilberto esta inreconhecivel , o thiago ribeiro pra variar errou na cara do gol , e os porcos abre o placar acreditem se quiser temos que torcer pros porcos porque se o cruzeiro perder e o atletico paraná vencer os porcos o cruzeiro cai ainda mais na tabela , é duro

    ResponderExcluir
  8. acho que o juiz tá dando um empurãozinho o gilberto estava na banheira kkkkkkkkkkk
    efeito cartinha resolveu

    ResponderExcluir
  9. o filho da puta do adilson ta de brincadeira colocar thiago heleno no time que cara burro ,
    falta perigosa para o cruzeiro e o fabricio só atraza para o goleiro ,

    ResponderExcluir
  10. e foi penalty para o barueri e o juiz não deu , o gil encaixou a bola no peito e segurou com a mão kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  11. fim de jogo cruzeiro i x 0 barueri com a ajuda do juiz e tudo gol do cruzeiro empedido e penalty não marcado para o barueri efeito cartinha kkkk

    ResponderExcluir
  12. Zirlei, eu acho o seguinte: o Cruzeiro apesar de ter saído com a vitória contra o Barueri, não mostrou mais uma vez futebol para nos entusiasmar. Acredito que esse ano não vai dar mesmo para chegarmos além da Sulamericana. O fato é que com a combinação do time que está entrando em campo e nosso treineiro Adilson, não dá para se criar muitas espectativas. Acho mesmo que tínhamos um plantel até capaz de disputar o título do Brasileirão, caso tivéssemos um bom treinador, mas com Adilson Batista já era de se esperar que nada de bom aconteceria. Por que Guerrón não está sendo escalado desde o início, ele não veio como uma grande contratação? Não era um jogador diferenciado em sua forma física? Cadê o Leandro Silva, jogador que segundo o próprio Perrella poderia ser o nosso camisa 10? Por que o Diego Renan tem que jogar improvisado na lateral esquerda? Por que o Gilberto que é um especialista da lateral esquerda está jogando com a 10? Por que Caçapa não entra no time? Tem muito mais liderança e futebol do que o Gil, que ainda poderá vir a ser um bom jogador, não questiono isso. Nosso ataque com TR, WP e agora com o nosso desmotivado Kleber, vai virar um suplício para marcar qualquer golzinho. Enfim, grandes mudanças terão que ser feitas no próximo ano, mas tudo passa pela contratação de um treinador qualificado e, de preferência, que não seja amigo particular do Zezé Perrella.

    ResponderExcluir
  13. ZIRLEI. MEU JOVEM,,VOCE ACREDITA REALMENTE NESTA BALELA DE MELHOR TIME DO SECULO???
    A FIFA E SUAS FAC SIMILES ENTENDEM DE TUDO NA VIDA,,MENOS DE FUTEBOL.
    ,,ESTE PSEUDO TITULO, NOS CONFUNDE, E NÃO TRAZ IBOPE NENHUM.
    COM TODO RESPEITO A SUA OPINIÃO ACHO TUDO ISSO, UMA TREMENDA BABAQUICE.

    ResponderExcluir

"Se todas as batalhas dos homens se dessem apenas nos campos de futebol, quão belas seriam as guerras".