terça-feira, 10 de novembro de 2009

Zezé Perrella. SOLTA O VERBO e Assume não querer um estádio para o Cruzeiro.



entrevista feita em 23 de outubro por COSMI RÍMOLI

“Se o Fernandinho for para o São Paulo, a Traffic não entra no Cruzeiro.” “O Fred nos interessa. O Kléber vai jogar em 2010 onde for melhor para nós.”


Zezé Perrella. ASSISTA O VÍDEO "ESSE ASSUNTO DEVIA SER MELHOR INVESTIGADO" NA TV CRUZEIRO

Presidente do Cruzeiro.

Há 14 anos a família Perrella domina o clube.

Zezé e Alvimar se alternam no poder.

“Vencemos eleições.

São 500 conselheiros que votam.

Em todas as eleições, o segundo colocado não chegou a ter 10% dos votos.”

Zezé é um ótimo entrevistado.

Não deixa pergunta sem resposta.

E ele falou de forma exclusiva ao blog.

Fez várias revelações.

Deu a palavra que não fará parceria com a Traffic se Fernandinho for para o São Paulo.

Que Fred interessa desde que consiga um parceiro para bancá-lo no Cruzeiro.

Garantiu que o destino de Kléber depende da diretoria cruzeirense e não do jogador.

Explicou porque o Cruzeiro, que também perdeu a Libertadores em casa, não caiu na triste situação do Fluminense, quase rebaixado.

Confirmou que o time foi imaturo na final da Libertadores e deixou o Verón fazer o que quis em campo.

Deu o seu ponto de vista em relação aos motivos que travaram o futebol carioca.

Assume não querer um estádio para o Cruzeiro.

Garante que o Mineirão abrirá a Copa de 2014.

Detonou a Timemania.

E demonstrou seu sonho: acabar com os campeonatos estaduais.

E, lógico, ironizou o Atlético Mineiro.

“Ah, eles estão no jejum de Brasileiros desde 1971 porque sempre tinha muita gente mandando por lá.

No Cruzeiro, não. São poucos quem manda. Por isso ganhamos Libertadores, Brasileiros, Mineiros…”

Presidente, Cruzeiro e Traffic não são duas entidades fortes para não fechar parceria por causa de um jogador?

Cosme, eu vou pela palavra. Não me importa a força da Traffic. Como é que eu vou fechar a parceria se logo no primeiro negócio o acordo não for cumprido? Eles me deram a palavra que o Fernandinho do Barueri jogará no Cruzeiro em 2010. Se isso não acontecer, podem esquecer o Cruzeiro. Estou falando isso publicamente para você. Não se brinca com o Cruzeiro. Não tem essa história dele ir para o São Paulo. Se for, a Traffic que nos esqueça. Simples, assim.

Mas não seria a Traffic que ajudaria a levar o Fred ao Cruzeiro em 2010?

Olha, o Fred é um grande jogador.

E ele nos interessa.

Tanto que nós falamos antes do Fluminense sobre a sua volta para o Brasil.

Só que ele acabou pedindo salários fora da realidade de um clube.

O Fluminense teve de apelar para a Unimed pagar o que ele ganha.

Se houver a possibilidade, gostaríamos de ter o Fred no ano quem por aqui.

Mas precisamos buscar uma parceria para pagá-lo.

Só que eu tenho de lembrar que não existe só a Traffic que pode ser a nossa parceira.

O Cruzeiro não depende e nunca dependerá de uma empresa.

O senhor chegou a uma conclusão em relação ao Kléber? Ele é jogador do Palmeiras em 2010?

Olha, eu me dou muito bem com o Kléber.

Tem jogador do Cruzeiro que nunca me convidou para nada.

Eu fui padrinho do seu casamento.

Nossa relação é melhor do que as pessoas imaginam.

Mas eu sei separar as coisas.

Ele tem contrato com o Cruzeiro.

O destino dele depende muito mais do que decidir a nossa diretoria do que ele.

O que clima ficou ruim, houve um certo desgaste por causa de uma torcida do Cruzeiro. Essa ala ficou revoltada porque ele foi jogar bola com a Mancha Verde. E as duas são rivais.

Ele poderia ter ido jogar com a torcida do Corinthians ou com a do São Paulo que nada aconteceria.

O problema foi jogar na Mancha.

O Kléber é um ótimo atacante e vamos estudar com calma o seu futuro.

E repito: quem vai decidir o seu destino será o Cruzeiro.

Se ele continuar ou sair terá de ser melhor para o meu clube.

Que ninguém duvide disso.

Como é que o Cruzeiro escapou do destino do Fluminense? Deve ter sido um baque terrível perder a Libertadores em casa. Como tudo não desandou?

Olha, nós apelamos para tudo.

Psicóloga, conversas, contratações.

Fizemos tudo para não entrar no estado de espírito do nosso torcedor.

Tem uma hora que é preciso separar o administrador, que sabe que a vida continua, independente do resultado.

E precisamos ser firmes e duros.

Eu reuniu os jogadores e falei, olhando para a cara de cada um, nós somos os segundos melhores da América.

Está doendo perder, mas fomos muito bem.

A vida vai seguir. Tem de seguir.

O time tomou uma chacoalhada, o Adílson fez um grande trabalho.

Jogadores importantes saíram, outros chegaram.

E o Cruzeiro reagiu.

Mas eu vou falar uma coisa.

Quando ganhamos a última Libertadores, o time quase caiu no ano seguinte.

Acho que vencer é até mais difícil do que perder.

O clima de euforia atrapalha mais do que a tristeza.

O senhor já se conformou com a perda da Libertadores para o Estudiantes, em pleno Mineirão?

Conformar, não vou me conformar nunca.

Mas fazendo uma análise fria, vejo que o time foi imaturo.

O Verón fez o que quis em campo. Deu pontapés, intimidou nossos jogadores e até apitou a partida.

Faltou maturidade ao Cruzeiro.

Foi uma lição dura, sofrida, mas importante para o nosso futuro.

Nós vamos voltar a Libertadores.

Quem sabe ainda neste ano.

Os jogadores sabem que existe uma premiação muito boa para se o time chegar de novo até a Libertadores.

Eu acredito porque o nosso time está jogando bem demais.

O Adílson Baptista continuará no Cruzeiro?

Considero o trabalho do Adílson excelente.

Ele ganhou dois Mineiros só perdendo uma partida.

Em um ano nos classificou para a Libertadores.

No segundo, nos levou à final.

O caminho está aberto para ele continuar no Cruzeiro.

Ele é uma pessoa honesta e trabalhadora.

Nós temos uma ótima relação.

O caminho está aberto.

O Adílson conhece o grupo que montou e sabe como tirar o máximo desses jogadores.

Do lado do Cruzeiro existe a vontade de continuar com ele.

O senhor é conhecido como falar o que pensa. Por que os times do Rio estão ficando para trás em relação aos outros?

Por um motivo simples: falta de infraestrutura.

Os dirigentes preferem gastar 5 milhões de dólares em um jogador do que montar um centro de treinamento de verdade.

Isso é um absurdo, nos tempos competitivos que vivemos.

Não há um centro de treinamento completo no Rio de Janeiro.

Também há as várias histórias de gandaias de jogadores, farras, falta de treinamento no período da manhã.

O futebol carioca infelizmente parou no tempo.

Os clubes parecem não perceber o que está acontecendo no resto do Brasil.

É preciso um pouco mais de visão, de trabalho sério.

Eu lamento porque eles estão ficando mesmo para trás e não percebem.

Presidente: e o famoso estádio do Cruzeiro, não vai sair do papel?

Não queremos mais estádio nosso.

Serão investidos R$ 350 milhões para transformar o Mineirão no estádio mais moderno do Brasil.

Vamos gastar tempo e dinheiro para construir um estádio e deixar o Mineirão para o Atlético Mineiro?

De jeito nenhum.

Esse estádio moderno será a casa do cruzeirense e do torcedor do Atlético.

Isso já está decidido.

Assim também como a abertura da Copa de 2010? Será no Mineirão?

Não há a menor dúvida em relação a isso.

Será no Mineirão.

A nossa rede hoteleira será suficiente para o Congresso da Fifa e dos turistas.

Não somos nós que estamos falando mal do Morumbi, somos?

É a Fifa.

Assim sendo, o Mineirão será preparado para a festa de abertura da Copa.

As pessoas podem falar o que quiser, mas o estádio será o Mineirão.

Porque a Timemania fracassou?

A Timemania foi uma loteria criada para melhorar a saúde dos clubes endividados.

Mas foi mal feita, mal lançada.

Ninguém sabe que ela existe.

Os clubes precisam buscar uma solução melhor para ter mais rendimento.

Eu acredito que o primeiro passo seria a união.

Mas isso é impossível no Brasil.

É cada um por si.

O Flamengo e o Corinthians são os primeiros a romper a nossa unidade querendo negociar sozinhos com a tevê.

Como é que o Vasco pode ganhar mais dinheiro que o Cruzeiro, Inter e Grêmio?

E o Inter e o Grêmio votarem a favor dessa divisão?

O futebol brasileiro tem mistérios insolúveis…

Por isso que o senhor vende tantos jogadores? O Cruzeiro todo o ano tem um time diferente… O senhor concorda com o diretor Mário Gobbi do Corinthians? Ele vendeu Douglas, Cristian e André Santos, desmanchou um forte time. Gobbi justificou que ‘futebol é business’.

Vendo porque é a maneira do meu clube sobreviver e ter sempre um time competitivo.

Infelizmente, por enquanto, a saída é essa.

Você pode ter certeza que não tenho prazer nenhum em me desfazer de um grande jogador, desmanchar uma equipe, mas não tem jeito.

Agora, futebol é mesmo ‘business’.

Mas não é business vender os melhores jogadores sem critério.

Não ter outros atletas engatilhados não é bom negócio.

Isso não é ‘business’.

E outra coisa. Se o nosso calendário fosse unificado com o mundo, seria ótimo.

Teria uma equipe em janeiro e só venderia atletas no final do ano.

Mas o Brasil tem um calendário e o mundo outro.

E não adianta nem tentar uma adaptação porque os presidentes de clubes falam uma coisa e votam por outra.

Todos não querem ir contra gente poderosa interessada em manter o calendário desse jeito.

O que o senhor pensa dos estaduais?

São um atraso de vida.

Deveríamos ter um Brasileiro longo.

Quem não estivesse na Primeira Divisão, disputaria, a Segunda, a Terceira, a Quarta.

Agora, clubes grandes jogar para perder dinheiro é um absurdo.

Até o Paulista que é mais competitivo não se sustenta.

Os clubes grandes paulistas perdem dinheiro.

Todos os clubes grandes do Brasil jogam dinheiro fora com os estaduais.

Por que? Ninguém me explica…

Por falar em explicação, por que o senhor nomeou seu filho, Gustavo como vice de futebol do Cruzeiro? Ele será candidato a deputado estadual? Será mais um na família, já que o senhor é? Ele dará continuidade à dinastia Perrella como presidente do Cruzeiro?

Não tenho o que esconder, não.

O Alvimar, meu irmão, disse que está cansado.

Tenho de colocar uma pessoa capacitada e que eu confie muito para trabalhar no futebol.

Quem eu confio mais do que o meu próprio filho?

Meu filho sairá como candidato a deputado, sim.

Está decidido.

Quem quiser votar nele, que vote.

Não há nada desonesto nisso.

Não escondo nada na minha vida.

Tanto não escondo que ele não será tão cedo presidente do Cruzeiro.

Tem só 26 anos.

A presidência vai continuar com quem os conselheiros votarem.

Enquanto votarem em mim, eu fico.

Está muito cedo para o Gustavo…
CRÉDITOS E AGRADECIMENTOS AO COSMI RÍMOLI

ENTREVISTA FEITA EDITADA E POSTADA NO DIA 23 DE OUTUBRO POR CÓSMI RÍMOLI

26 comentários:

  1. o blog agradece ao cosmi rímoli por ceder essa entrevista para nós apreciar e poder debater aquí no blog da confraria

    ResponderExcluir
  2. taí eu gostei muito dessa entrevista e concordo que a casa do cruzeiro sempre será o mineirão , e quem sabe o fredy pinta mesmo no ano que vem , eu apostaría tudo numa dupla formada por fredy e kleber .

    ResponderExcluir
  3. Cruzeiro x Grêmio tem o horário alterado

    Da Toca II

    João Marcos Dias

    A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou ao Cruzeiro na tarde desta terça-feira que o jogo contra o Grêmio, neste sábado, no Mineirão, começará às 19h 30, e não mais às 18h 30, como estava marcado anteriormente. A entidade explicou que os jogos restantes do Brasileirão serão atrasados em uma hora, devido ao horário de verão.

    Como a venda antecipada de bilhetes começa na manhã de quarta-feira, já foram impressos 20 mil ingressos com o horário de 18h 30. O torcedor que adquirir tais entradas deverá ficar atento, já que a partida terá início às 19h 30.

    A partida entre Cruzeiro e Atlético-PR, no dia 21 de novembro, em Curitiba, está remarcada para as 19h 30.

    Cruzeiro x Coritiba, no Mineirão, em 29 de novembro, e Santos x Cruzeiro, na Vila Belmiro, em 6 de dezembro, começarão às 17h.

    ResponderExcluir
  4. zé das couves

    pela sua lembrança dos pontas, mostra o quanto vc é assim como eu, saudosista do bom futebol.

    de fato, os nossos atletas das décadas de 60 e 70 não jogariam hoje, seriam aleijados em 10 minutos.

    minha previsões....ve se melhora aí ZE DAS COUVES...TA AZEDO!!!


    CRUZEIRO 0 X 1 GREMIO

    COXA 4 X 0 ATLÉTICO

    ResponderExcluir
  5. Olá amigos,

    Olha, vou expressar o que sinto:

    Chega!!! Me cansei desse cidadão, me cansei do clã Perrela. Tô farto de suas falácias e de seu papinho fajuto de político emplacando mais um voto.
    Estádio é promessa, problemas se o Mineirão ficará moderno. Ah, não vai mais fazer estádio? Então invista essa merda dessa dinheirada que entra e ninguém sabe para onde escoa e monte times vencedores, estou cansado de jogadores acostumados a serem coadjuvantes. Tô cansado de ouvir "está fora da realidade do futebol brasileiro", mas parece que SPFW, Porcos, Flavelados entre outros não fazem parte do "Brazil".

    Para mim chega de enganação, chega de bla bla bla, conto da carochinha, chega de falar sobre o que fez e esquecer as cagadas que andam fazendo.

    Sinceramente chega Perrela, entrega o boné!!!

    Desculpe Zirlei e amigos do blog, é que eu não aguento mais esse cara.

    ResponderExcluir
  6. waltinho oliveira não tem que se desculpar não meu caro essa entrevista foi postada aquí pra isso mesmo para saber as opinioes dos cruzeirenses e aqui voce fala o que sente

    ResponderExcluir
  7. CARAMBA!

    O Grande Zirlei!

    Homenageia, VOLTAIRE!


    Quanto a esse filhote de Fugencio Batista (ZZP)
    Conversa dele p/ mim e MERDA, dá no mesmo.

    Que o FUGENCINHO não seja eleito.
    Será outro Demagogo-Tirano-Ditador e EUROMMANÌACO.

    Chuta que é MACUMBA.

    ResponderExcluir
  8. Após conversa nesta terça-feira, a diretoria e o treinador estipularam mais 48 horas como prazo para a definição. Mas a confirmação da saída de Autuori será bem antes disso. E a diretoria tricolor já começa a se mexer para encontrar um substituto. Um nome pula na frente, disparado: é Silas, do Avaí, desde já muito elogiado no Olímpico.

    No sábado, contra o Cruzeiro, no Mineirão, o Grêmio terá um técnico interino – Marcelo Rospide, provavelmente. A diretoria, a partir do momento em que ocorre um acerto entre Autuori e o Al-Rayyan, pensa que não vale a pena manter o treinador por mais quatro jogos. O problema é que é quase impossível tirar Silas do Avaí antes de estar encerrado o Brasileirão.

    ResponderExcluir
  9. Se gritar pega LADRÃO!!!!! não fica um meu IRMÃO. Isso é que acontce se alguém chegar lá na sede do CRUZEIRO .....
    Alguém acredita nessa conversa mole?
    Pode ser que tem muitos que creem em PAPAI NOEL, MULA SEM CABEÇA, ZEZÉ RUELA E o ALI BABÁ.
    Me dá nojo e diarréia , AS BABOSEIRAS QUE ESSE BOCÓ VOMITA , é CARA DE PAU DESGRAÇADO,
    Tomara que dê GRÊMIO SÁBADO.

    ResponderExcluir
  10. QUE ASSIM SEJA, BISERVA!
    E que os anjos, digam AMÈM!

    ResponderExcluir
  11. Mãe Dináh: Os craques dos anos 60 e 70 não jogariam hoje, não é nem tanto pela violência, mas sim, porque o nivel mediocre de hoje não os merece.

    Seriam aleijados hoje?...Acho até que não. Os zagueiros daqueles tempos na minha opinião eram até mais violentos que os de hoje.

    Veja alguns exemplos de "carniceiros" daquela época: Morais(Cruzeiro) Ditão(Corinthians) Moisés(Vasco) Oberdã(Santos) Joel Camargo(Santos) Arlindo(São paulo) Miguel(Vasco) Silveira(Fluminense) Fontana(Cruzeiro) Brito(Vasco) Herminio(Internacional) Marcio Rossini(Santos) Renê(Vasco) e outros. Do pescoço pra cima batiam em qualquer lugar. Perto desses caras, os defensores de hoje são verdadeiras moças.

    Quanto as suas previsões: Na derrota do Cruzeiro, vc continua econômico no placar. Engraçado, vc temia o retrospecto do Cruzeiro contra o Sport, e agora parece não temar o retrospecto do Grêmio contra o Cruzeiro na era dos pontos corridos. Caso vc não saiba, o Grêmio é freguês. Mas o que eu disse naquela oportunidade repito aqui: Cada jogo é uma história, e ao meu ver, as chances são iguais pra cada lado.

    Vc previu um sacode do Garnizè pra cima do Flamengo, e agora prevê um sacode do coxa pra cima do Garnizé, não dá pra entender. O que houve? perdeu a fé no Garnizé?

    Azêdo eu? Jamais.

    Saudações Celestes?

    ResponderExcluir
  12. zé das couves

    se eu não polemizar com vc acaba a graça.

    bom, pensando muito bem, a becaiada era barra pesada mesmo, e vc ainda esqueceu o PROCOPÃO que batia com classe...

    mas mesmo assim, os atacantes saiam pro baile.

    na verdade e sem brincadeira, o futebol era mais vistoso, mais alegre, menos robótico, menos físico e mais tecnica.

    vc cita em outros post alguns grandes treinadores que o Cruzeiro teve, e se me permite, vc cometeu a falha grotesca de esquecer o melhor treinador do cruzeiro de todos os tempos,

    ZEZÉ MOREIRA

    Faço pra vc, uma rela dos grandes treinadores que vi no cruzeiro:

    niginho

    Zeze Moreira pra mim o melhor de todos

    Orlando Fantoni, o Tio Fantone

    Ayrton Moreira

    Ilton Chaves

    Enio Andrade o Bruxo

    Yustrich

    Brandão

    levir culpi

    Scolari

    Luxa

    ResponderExcluir
  13. obs...

    não vi niginho não, apenas o citei porque nos meus estudos do Cruzeiro ele dirigiu o time diversas vezes e foi um dos nossos goleadores.

    o citei apenas porque li muito sobre ele.

    SOU DE 64 e pelo que fala meu PAI(americano) EM UM JOGO AMPERICA E CRUZEIRO eu no colo da minha saudosa mãezinha(CRUZEIRENSE) vi o Cruzeiro entrar em campo, e alí ela viu que NASCI CRUZEIRENSE, OBRIGADO MAMÃE!

    ResponderExcluir
  14. Mãe Dináh: Vc já imaginou nos dias de hoje Dirceu Lopes jogando entre M. Paraná e Henrique kkkkkkkkkk.

    Ou Tostão, formando uma dupla de ataque com W. Paulista kkkkkkkkkk.

    No Palmeiras, Ademir da Guia armando jogadas para o Obina kkkkkkkkkk. Ou Leivinha, formando uma dupla de ataque com Ortigoza kkkkkkkkkk.

    E no são Paulo, o canhota de ouro Gerson, fazendo lançamentos para o brucutu Washington kkkkkkkkkkk.

    Até no nosso rival, imagina vc Jonilson e Renan, compondo uma meia cancha com Vanderlei Paiva e Humberto Ramos? kkkkkkkkk.

    O futebol de hoje é um piada meu caro, e vc ainda me convida para analisar e avaliar uma MERDA dessas.

    Saudações celestes.

    ResponderExcluir
  15. Zirlei, parabéns por mais uma vez "pinçar" algo tão "interessante", apesar de infelizmente o Perrella continuar falando...falando...falando e não dizendo NADA.

    De qualquer maneira, outros nomes surgirão e pode não ser em 2, 3, 4 ou 5 anos, porém em mais algum tempo, alguém vai desbancá-lo.

    Mesmo que eu não ache o trabalho do ZZP tão ruim com pintam, nos dias de hoje a falta de clareza e a omissão de alguns fatos me deixa muito chateado e me faz pensar em mudança sim...

    Infelizmente, nesta entrevista ZZP acaba por se contradizer em um quesito que me fazia defendê-lo: Iríamos ter a profissionalização do cargo de presidente...parece que pelas palavras dele, não devemos ter mais...

    Ah, com relação à profissionalização, isso será cobrado...

    ResponderExcluir
  16. Mãe Dinah: Eu não cometi falha grotesca nenhuma. Apenas sugeri ao Aldo um post, com algum grande treinador que o Cruzeiro já teve. Para mostrar ao pessoal de hoje, o que é ser um treinador de veradade. E apenas como sugestão citei Orlando Fantoni e Enio Andrade.

    Caso o Aldo se interesse pelo tema, cabe a ele definir qual será o treinadar a ser destacado.

    Saudações Celestes.

    ResponderExcluir
  17. Senhor Walter, nessa estou com vc.

    Um conselho gestor eleito pelos sócios, e profissionalização da presidência, este é o caminho.

    Grandes exemplos deste modelo são Inter de Milão, Ajax e PSV.

    Valeu Walter.

    Saudações Celestes.

    ResponderExcluir
  18. IZÈ, MEU BROD.

    Vc esqueceu o Carniceiro Paplo Forlan-Misael-Ari Hercílio-Darci Meneses, entre todos.

    O Humberto Ramos foi um bom jogador. Mais o MUGG foi craque, falo de LACY.

    Não me chame de Aldo, p/ vc pode ser AUDO.
    Gostei do seu senso de humor!

    É da Velha Guarda, assistiu FUTEBOL. viu verdadeiros craques!

    Fecho com vc, essa MERDA de hoje, as veses parece FUTEBOL.

    ResponderExcluir
  19. Zirlei,

    Veja sua caixa de email.
    Enviei algo sobre o BRUXO.
    Se gostar. Faça bom usa.
    Se apurrinhar.....Faça como Sandra de Sá.
    Joga fora no lixo.
    Valeu e um Abraço!

    ResponderExcluir
  20. Se é pra imaginar, JÁ PENSOU O ASNO bostista DIZENDO AOS CRAQUES Totão, Dirceu, Zé Carlos , Piazza,.....como dvem jogar, ou come em certas partidas eles deveriam atuar?
    OS CARAS IAM RIR DA CARA DE XAROPE DELE E CERTAMENTE PENSARIAM:
    "MAS ESTAMOS Há ANOS DAS PEGADINHAS DO JOÃO KLEBER".

    ResponderExcluir
  21. WALTER OLIVEIRA
    Falou tudo , Essa conversa fiada de POLÍTICO derrotado já esgotou , só mesmo os acreditam em PAPAI NOEL pra entrar de gaiato no BICO DOCE desse PANACA.
    O Cidadão Brasileiro no geral é assim mesmo, gosta de ouvir umas bravatas, umas mentiras e contradições tudo não passando de RETÓRICA.

    ResponderExcluir
  22. ze das couve

    realmente seria o máximo ver OBINA entre ADEMIR DA GUIA E LEIVINHA(nossa como jogava)

    Eu tive a honra e o privilégio de ganhar um presente dos meus pais, que foi ir a Santiago ver a final da Libertas 76. Acompanhei todos os jogos do Cruzeiro, menino ainda me lembro que fui no enterro do BATATA, e me emocionei no jogo seguinte, quando metemos de 7 no adversário, pra fazer uma justa homenagem ao nosso ponta direita.
    Nosso ZEZÉ MOREIRA, captaneou aquele time, com maestria, com classe, de forma sutil....não como um troglodita gritando a beira do campo....deu show de variações tecnicas, perdeu o Batata, e mudou o 4-3-3 para o 4-4-2 com Eduardo Rabo de Vaca fechando pelo meio, e depois o Jairzinho. Sem alarde nenhum.
    Nunca vi um treinador como aquele.

    Enio era um brucho, e depois do zezé foi o cara.
    Ele com este elenco seria penta campeão de tudo.
    Saudade de ter um treinador que una e não divida, que tenha principios morais e eticos, que seja honesto com o cruzeiro e que tenha dignidade e carater.

    é isso,

    ISAAC

    ResponderExcluir
  23. Zirlei,

    Aguardo uma posição sua.
    A respeito da meteria: Bruxo x AB.

    ResponderExcluir
  24. Depois de algumas semanas de negociações, finalmente o volante Marquinhos Paraná acertou verbalmente a sua permanência no Cruzeiro. Na tarde desta quarta-feira, o jogador confirmou o acordo com o clube, devendo assinar nos próximos dias a renovação do seu contrato por mais dois anos.

    Marquinhos Paraná revelou ter recebido propostas de outros clubes brasileiros, mas disse que só sairia do Cruzeiro se fosse para um time do exterior. O volante ainda afirmou que gosta do Cruzeiro e que será muito bom permanecer na equipe nos próximos anos.
    0

    ResponderExcluir

"Se todas as batalhas dos homens se dessem apenas nos campos de futebol, quão belas seriam as guerras".